Quem sou eu

Minha foto
Sou graduada em nutrição pela UNISINOS e pós-graduada em nutrição esportiva pela UGF/RJ. Formada em Florais de Bach, pelo Instituto Dr. Edward Bach. Cursos de extensão em Nutrição Funcional pelo Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. Ganhadora de cinco prêmios de qualidade empresarial e profissional Agência Focus, na categoria nutricionista. Nutricionista com mais de 13 anos de experiência clínica em atendimentos voltados para o emagrecimento e qualidade de vida. Coach formada em Life Coach, Coaching Executivo Humanizado, Seis Necessidades Básicas Humanas & Empresariais Aplicadas, Coaching Educacional, Oratória Avançada - método Vanessa Tobias Coaching - Florianópolis/SC. Criadora do método de Coaching Nutricional – Leve Mente.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Empanados - pesquisa IDEC

Não dá para negar que tirar um alimento da caixinha e só precisar esquentá-lo antes de comer, na maioria dos casos, é muito mais prático que prepará-lo em casa. O problema é que essa facilidade tem um preço alto para a saúde, pois esses produtos semiprontos têm altas doses de gorduras saturadas e, principalmente, de sódio. É o que constata a série de pesquisas realizadas pelo Idec, que já avaliou pizzas e lasanhas, e, agora, empanados. No caso destes últimos, a situação é semelhante à dos anteriores: o alimento é salgado, gorduroso e também bastante calórico. Se forem consumidos com frequência ou em excesso, podem provocar ganho de peso e colaborar para o desenvolvimento de doenças do coração, hipertensão e colesterol.

Ao analisar os resultados das três pesquisas, o alerta aos consumidores não pode ser outro senão evitar ao máximo o consumo de alimentos semiprontos. "Quanto mais ultraprocessado é o produto, maior a possibilidade de ele conter quantidades muito altas de nutrientes não saudáveis", ressalta Silvia Vignola, sanitarista e assessora do Idec responsável pela pesquisa

Não bastasse a gordura saturada e o sódio, a quantidade de calorias presente nos alimentos pesquisados passa bem longe da recomendada pela Anvisa. A Resolução no 359/03 estabelece que alimentos do grupo de carnes e ovos, do qual os empanados fazem parte, devem apresentar em média 125 kcal/porção. Em outro trecho, a norma indica que a porção de empanados deve ter 130 g.

Saiba mais em:
http://www.idec.org.br/rev_idec_texto_impressa.asp?pagina=3&ordem=3&id=1386

Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário