sexta-feira, 15 de março de 2013



Essa pergunta faz parte de uma pesquisa realizada pelo Instituto Akatu com 800 brasileiros de todas as regiões do país no final de 2012. O resultado revela que os entrevistados — independentemente de fatores como classe social ou faixa etária — associam sua felicidade muito mais ao bem-estar físico e emocional e à convivência social do que aos aspectos financeiros e à posse de bens.
Quando questionados sobre o que consideram ser felicidade, dois terços dos entrevistados indicaram que estar saudável e/ou ter sua família saudável é um fator essencial. Para 60% do público que respondeu à pesquisa, conviver bem com a família e os amigos também os aproxima mais da felicidade. Apenas três em cada 10 brasileiros indicaram a tranquilidade financeira em suas respostas.
— Segundo a nossa pesquisa, para os brasileiros, ir ao encontro da felicidade hoje não é aumentar o consumo, mas trabalhar pela saúde e prover condições para o verdadeiro bem-viver, com suficiência material e tempo para desfrutar a vida em companhia dos amigos e familiares, num ambiente seguro e acolhedor — analisa Helio Mattar, diretor-presidente do Akatu.
LEIA MAIS: http://pioneiro.clicrbs.com.br/rs/cultura-e-tendencias/almanaque/noticia/2013/03/para-brasileiro-felicidade-esta-mais-associada-a-bem-estar-do-que-a-posse-de-bens-indica-pesquisa-4074359.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário