Quem sou eu

Minha foto
Sou graduada em nutrição pela UNISINOS e pós-graduada em nutrição esportiva pela UGF/RJ. Formada em Florais de Bach, pelo Instituto Dr. Edward Bach. Cursos de extensão em Nutrição Funcional pelo Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. Ganhadora de cinco prêmios de qualidade empresarial e profissional Agência Focus, na categoria nutricionista. Nutricionista com mais de 13 anos de experiência clínica em atendimentos voltados para o emagrecimento e qualidade de vida. Coach formada em Life Coach, Coaching Executivo Humanizado, Seis Necessidades Básicas Humanas & Empresariais Aplicadas, Coaching Educacional, Oratória Avançada - método Vanessa Tobias Coaching - Florianópolis/SC. Criadora do método de Coaching Nutricional – Leve Mente.

terça-feira, 30 de março de 2010

Junk food pode viciar tanto quanto tabaco e drogas, diz estudo


A "junk food", comida de alto conteúdo calórico, pode viciar tanto quanto o tabaco e as drogas, segundo um estudo com ratos de laboratório publicado na última edição da revista científica "Nature".

Os ratos estudados, ao serem alimentados com 'junk food', acabaram se tornando comedores compulsivos de comida altamente calórica.

O estudo lembra que os dependentes têm debilitada a capacidade de ativação dos circuitos cerebrais responsáveis pela lembrança de experiências positivas, já que deixam de desempenhar essas atividades pela gratificação que recebem dela, e o fazem através da adição.

Quando os cientistas ofereciam aos ratos comida de alto conteúdo calórico como bacon, salsicha e bolo, junto a alimentos mais saudáveis que fazia, parte de sua dieta habitual, os animais optavam pela primeira e engordavam rapidamente.

O estudo também revela uma queda nos níveis de um receptor específico de dopamina nos ratos com sobrepeso, fenômeno que também aparece nos humanos viciados em drogas.

Os cientistas diminuíram artificialmente os níveis do receptor de dopamina em outro grupo de ratos, o que acelerou sua perda de sensibilidade a lembranças positivas quando comiam alimentos altamente calóricos

Nenhum comentário:

Postar um comentário