Quem sou eu

Minha foto
Sou graduada em nutrição pela UNISINOS e pós-graduada em nutrição esportiva pela UGF/RJ. Formada em Florais de Bach, pelo Instituto Dr. Edward Bach. Cursos de extensão em Nutrição Funcional pelo Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. Ganhadora de cinco prêmios de qualidade empresarial e profissional Agência Focus, na categoria nutricionista. Nutricionista com mais de 13 anos de experiência clínica em atendimentos voltados para o emagrecimento e qualidade de vida. Coach formada em Life Coach, Coaching Executivo Humanizado, Seis Necessidades Básicas Humanas & Empresariais Aplicadas, Coaching Educacional, Oratória Avançada - método Vanessa Tobias Coaching - Florianópolis/SC. Criadora do método de Coaching Nutricional – Leve Mente.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Aparência das unhas ajuda a identificar doenças

Alterações nas unhas podem auxiliar no diagnóstico de várias doenças. A análise é realizada por exame visual, com a ajuda de lupa ou dermatoscópio, para avaliação mais profunda da lesão. De acordo com a dermatologista Márcia Grieco, pode-se identificar desde carência de vitaminas até doenças graves como câncer e diabetes.
As alterações nas unhas ajudam no diagnóstico, mas não devem ser a única maneira de identificar problemas de saúde.
— É importante que a suspeita de doenças sérias seja avaliada com diferentes tipos de exame até o diagnóstico final. Nem todas as alterações de unhas são perigosas. Muitas vezes, o uso de produtos de limpeza sem a proteção de luvas ou pequenos traumas são responsáveis por alterações passageiras — explica a especialista.
Veja algumas alterações que facilitam o diagnóstico de doenças graves.
Psoríase: depressões puntiformes, superfície rugosa, unhas quebradiças e grossas.
Doenças renais: quando ocorre perda de proteína pelo rim, podem surgir estrias transversas. Unhas brancas próximas da raiz e vermelhas nas pontas ocorrem no caso de insuficiência renal crônica.
Doenças do sangue (anemias crônicas): palidez, descamação e fragilidade.
Doenças cardíacas e pulmonares: unhas azuladas (causadas pela falta de oxigenação) e muito côncavas.
Linfedema e infecção por HIV: síndrome das unhas amarelas
Doenças do fígado: unhas quebradiças, com estrias e frágeis. Em casos de cirrose, as unhas ficam brancas no centro e de cor rosada ao redor. Nos casos de perda de proteína, surgem manchas brancas.
Doenças do aparelho digestivo (doença de Chron e diarreias crônicas): unhas fracas e quebradiças.
Hipertireoidismo: crescimento rápido, unhas finas e moles.
Hipotireoidismo: crescimento lento, descamação e estrias.
Diabetes: facilita infecções por bactérias e fungos causadores de micose.
Doenças da suprarrenal: unhas escuras.
Desnutrição: unhas finas, esbranquiçadas, com pequenas hemorragias.
Doenças infecciosas graves (meningite, septicemia): pequenas manchas roxas sobre as unhas.

materia http://wp.clicrbs.com.br/blogdovida/2010/09/25/aparencia-das-unhas-ajuda-a-identificar-doencas/

Um comentário:

  1. Unhas e cutículas frágeis, unhas roídas, estragadas por esmaltes .....

    Como exemplo de eficácia e sofisticação existem os endurecedores, cremes e removedores da linha Ecrinal da França ,especializada e líder de mercado de tratamento das unhas fragilizadas, estriadas e deterioradas . ate no caso das unhas roídas, e o único produto que não sai na agua
    Os produtos não contem acetona, formaldeido, tolueno nem parabeno o que é ótimo. O acabamento e simplesmente glamouroso como a origem dos produtos, produzidos em Mônaco, na Rivieira Francesa .

    São prescritos também pór Dermatologistas.

    consulte os sites ( são sites técnicos e não de venda ) para poder analisar o seu caso adequadamente:
    www.ecrinal.com ( frances e Ingles )
    www.asepta.com ( da França )
    www.asepta.com.br ( no Brasil )
    A Época Cosméticos no Rio, Farmácia Iguatemi em São Paulo e vários outros têm esses produtos à venda inclusive pela internet (saisdaterra, dermatan, dermexpress, pharmaweb,... )

    espero ter contribuído de alguma forma

    ResponderExcluir