Quem sou eu

Minha foto
Sou graduada em nutrição pela UNISINOS e pós-graduada em nutrição esportiva pela UGF/RJ. Formada em Florais de Bach, pelo Instituto Dr. Edward Bach. Cursos de extensão em Nutrição Funcional pelo Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. Ganhadora de cinco prêmios de qualidade empresarial e profissional Agência Focus, na categoria nutricionista. Nutricionista com mais de 13 anos de experiência clínica em atendimentos voltados para o emagrecimento e qualidade de vida. Coach formada em Life Coach, Coaching Executivo Humanizado, Seis Necessidades Básicas Humanas & Empresariais Aplicadas, Coaching Educacional, Oratória Avançada - método Vanessa Tobias Coaching - Florianópolis/SC. Criadora do método de Coaching Nutricional – Leve Mente.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

LEGUMINOSAS

São vários os motivos que têm impulsionado o estudo dos efeitos da dieta sobre a saúde de ser humano. Sabe-se que enfermidades tais como certos tipos de câncer, aterosclerose e osteoporose, entre outras, afetam vários setores da população e estão relacionadas com o excesso e/ou com a falta de consumo de certos alimentos.
Segundo The American Dietetic Association (ADA) as substâncias específicas dos alimentos, como os fitoquímicos, podem atuar como agentes preventivos. Estes e outros componentes dos alimentos têm sido associados a prevenção e/ou tratamento de pelo menos quatro patologias: cancêr, diabetes, doença cardiovascular e hipertensão, e estão presentes, frequentemente, em alimentos como frutas, vegetais, grãos, sementes, soja, chá verde e leguminosas.
As leguminosas ( feijões, lentilha, soja, ervilha.....) são ricas nestes compostos chamados fitoquímicos, além disso possuem carboidratos complexos, vitaminas do complexo B, fibras, zinco, ferro, fósforo...
Quanto a soja pode-se sugerir aumento do consumo para pessoas com história de doença arterial coronariana, osteoporose, e homens com história de cancêr de próstata.
Observam-se novos horizontes em relação as leguminosas, sendo que além da soja, este grupo em geral é muito rico em nutrientes, devendo ser incentivado o consumo pela população em geral
Consulte um nutricionista que é o profissional habilitado para adequar sua dieta alimentar, visando sempre uma melhor qualidade de vida.

Texto extraído da Revista Nutrição Saúde e Performance –
Anuário de Nutrição Funcional – 2005. Ed.26

Nenhum comentário:

Postar um comentário