Quem sou eu

Minha foto
Sou graduada em nutrição pela UNISINOS e pós-graduada em nutrição esportiva pela UGF/RJ. Formada em Florais de Bach, pelo Instituto Dr. Edward Bach. Cursos de extensão em Nutrição Funcional pelo Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. Ganhadora de cinco prêmios de qualidade empresarial e profissional Agência Focus, na categoria nutricionista. Nutricionista com mais de 13 anos de experiência clínica em atendimentos voltados para o emagrecimento e qualidade de vida. Coach formada em Life Coach, Coaching Executivo Humanizado, Seis Necessidades Básicas Humanas & Empresariais Aplicadas, Coaching Educacional, Oratória Avançada - método Vanessa Tobias Coaching - Florianópolis/SC. Criadora do método de Coaching Nutricional – Leve Mente.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

OBESIDADE NO BRASIL - DADOS


O peso dos brasileiros vem aumentando nos últimos anos. Em 2009, uma em cada três crianças de 5 a 9 anos estava acima do peso recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Já o déficit de altura (importante indicador de desnutrição) caiu de 29,3% (1974-75) em para 7,2% (2008-09) entre meninos e de 26,7% para 6,3% nas meninas, mas se sobressaiu no meio rural da região Norte: 16% dos meninos e 13,5% das meninas. A parcela dos meninos e rapazes de 10 a 19 anos de idade com excesso de peso passou de 3,7% (1974-75) para 21,7% (2008-09), já entre as meninas e moças o crescimento do excesso de peso foi de 7,6% para 19,4%. Também o excesso de peso em homens adultos saltou de 18,5% para 50,1% e ultrapassou, em 2008-09, o das mulheres, que foi de 28,7% para 48%. Nesse panorama, destaca-se a Região Sul (56,8% de homens, 51,6% de mulheres), que também apresenta os maiores percentuais de obesidade: 15,9% e homens e 19,6% de mulheres. O excesso de peso foi mais evidente nos homens com maior rendimento (61,8%) e variou pouco para as mulheres (45-49%) em todas as faixas de renda. Os resultados são da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009, realizada pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde. A pesquisa também traz informações sobre as crianças com menos de cinco anos: o déficit de altura foi de 6% no país, sendo mais expressivo em meninas no primeiro ano de vida (9,4%), crianças da região Norte (8,5%) e na faixa mais baixa de rendimentos (8,2%).

FONTE - http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=1699&id_pagina=1

sábado, 21 de agosto de 2010

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL : CISTITE

Evite:

açúcar simples, carboidratos refinados (açúcares e amidos), sucos de frutas concentrados, alcachofra, aspartame, bebidas alcoólicas, cafeína, carnes defumadas, chocolates, alimentos ácidos, Molhos industrializados para salada, glutamato monossódico, alimentos em conserva, aspargos, tomate, vinhos

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Orientação Nutricional Esportiva



Agende já seu horário de avaliação nutricional
Horários de atendimento: terças e quintas a tarde e sextas pela manhã
Abraços

sábado, 14 de agosto de 2010

CALORIA - É O MAIS IMPORTANTE?

1 - 100kg de chumbo pesam a mesma coisa que 100kg de penas?
2 - Um carro a 100km/h está a mesma velocidade que uma tartaruga a 100km/hora?
3 - um navio de 100m tem o mesmo comprimento que 100m de palitos de fósforo?
4 - 100kcal de óleo engordam a mesma coisa que 100kcal que açúcar?

Se você respondeu SIM para todas as perguntas acima, está na hora de rever seus conceitos...

Exceto para a pergunta número 4, para as demais, a resposta é obviamente que sim. Entretanto, 100kcal de óleo engordam MENOS que 100kcal de açúcar. Poderíamos ainda dizer que 100kcal de batatas fritas engordam mais que 100kcal de amoras, ou que 100kcal de pizza engordam mais que 100kcal de alface ou que 100kcal de arroz engordam mais que 100kcal de carne.

Onde está o mistério, o segredo destas diferentes "calorias"?

A diferença está no efeito metabólico gerado pelo alimento. Quando digerimos, cada tipo de nutriente gera um gasto energético diferente. Isto mesmo, para digerir, queimamos calorias. Assim, para digerir proteínas (carnes, ovos, peixes, aves, etc.) queimamos mais calorias do que para digerir alimentos onde predominam os carboidratos, como arroz, massa, batata, etc.). Na tentativa de digerir as fibras, o sistema gastrointestinal tb acaba "passando trabalho", o que resulta em nada ("muito pouco, na verdade, já que fibras têm apenas 1 a 2 kcal por grama, e assim, alimentos muito fibrosos, como as verduras folhosas por exemplo, podem até contar como calorias "negativas" já que podemos até perder calorias (gastamos mais do que ganhamos) ao comê-las.

Pois é...Observe então aquelas pessoas que "n-ã-o c-o-n-s-e-g-u-e-m e-m-a-g-r-e-c-e-r"!!! No prato delas, em geral, pequenas quantidade de folhas, poucas quantidade de proteína, quase nada de gordura, e um boa porçãozinha de carboidratos (arroz com feijão ou batatas, por exemplo). Tudo em nome das poucas calorias, e do prazer à mesa. Entretanto, o resultado: ZERO. Poucas calorias, pouco emagrecimento.

Aliás, sabem qual a primeira resposta do corpo quando percebe que você está comendo MENOS calorias? GASTA MENOS!! é.... mas esta já é outra história...

texto do colega nutricionista funcional GABRIEL DE CARVALHO
http://www.funcional.ntr.br/

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Mudanças

Queridos amigos e pacientes a partir de setembro, por motivos de mudanças profissionais estarei atendendo em Carlos Barbosa - RS apenas um período no mês.
Meu novo endereço será junto a Estética Stylus - Rua 15 de Novembro, 285 - atrás do novo restaurante Culinart.

Em Florianópolis atenderei junto a:
i9 Academia -
http://www.i9academia.com.br/
Clínica do Ser Integral - http:
http://www.clinica.carlamarques.com.br/
Clínica Estética Maison -
http://maisonclinica.blogspot.com/

Agradeço de coração a amizade de todos!
Abraços Dani



quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Chá Energético - para esses dias tão frios!!


CHÁ VERDE ENERGÉTICO
1 lt de água
2 col. (sopa) chá verde
1 lasca de canela
3 cravos da índia
1 col. (chá) guaraná em pó
1 pedaço de gengibre
açúcar mascavo ou adoçante
1 xíc. de vinho tinto seco/ ou suco de uva
Modo de preparo: Colocar numa chaleira 1 litro de água com a canela, cravo da índia, gengibre e o açúcar mascavo. Colocar no forno e deixar fervendo por aproximadamente 15 min. Desligar o fogo, acrescentar o chá e o guaraná em pó deixar em infusão por mais 3 min. Coar e por último colocar o vinho ou suco de uva. É uma bebida energética e que aquece nos dias frios